Resoluções aleatórias

Passei tanto tempo sonhando com o International College Program da Disney que depois que acabou eu me senti meio perdida. Sempre fiz tudo pensando “isso vai me ajudar a conseguir a vaga” e agora não tem mais vaga. Já foi. Então sentada no avião de volta pra casa, sem conseguir dormir e me perguntando o que eu devia fazer da vida agora eu cheguei a conclusão que o melhor é começar simples até achar outro grande sonho.

11 itens pra um futuro próximo:

  1. Usar batom. É meio idiota essa ser a resolução número um mas eu tenho 38937947273 batons e não uso nenhum. 21 dias seguidos pra criar o hábito e aí a gente vê.
  2. Estudar francês. Já aprendi o básico do básico ano passado, agora é continuar.
  3. Html, php, xml, css e derivados. Eu AMO código de internet. Quem é que liga se todo o meu curso acha que isso nem conta? Eu adoro e isso basta.
  4. Continuar a aprender objective-c. Porque apps são legais e eu quero porque quero fazer um. Jogo da memória we are done here.
  5. Aprender mais sobre fotografia. Porque é legal e eu comprei uma câmera ótima na viagem.
  6. Começar a ganhar meu próprio dinheiro. Acho que vicia quando você começa a ganhar seu próprio salário.
  7. Brincar mais de maquiagem no meu tempo livre. Porque perdi esse hábito e tenho saudades.
  8. Estudar. Porque talvez eu não goste da faculdade e não tenha certeza do que quero da vida, mas falta pouco. Falta pouco.
  9. Escrever. Eu nem sei onde perdi esse hábito mas me sinto péssima pra escrever até um resumo de dez linhas agora. Cadê o livro de 649 coisas pra escrever sobre?
  10. Acreditar que eu consigo estacionar. Talvez eu não consiga, mas pensamento positivo é-isso-aí.
  11. Eu não preciso de hidratantes novos. Ou um shampoo. Ou creme de cabelo. OU NADA. Checar estoque em vez de acumular.

A Complaint Free World

Confesso que quando eu vi um link pra um projeto chamado “Um Mundo Livre de Reclamações” eu fiquei perplexa. Como assim não reclamar? De nada? Nem uma vez?  A ideia foi de Will Bowen, que propunha para as pessoas ficarem 21 dias sem reclamar, tentando ensiná-las a serem mais gratas por tudo ao seu redor. O projeto vende dois produtos para incentivar os participantes: “A Complaint Free World Book”, escrito pelo próprio Will Bowen com capítulos como “Faça os outros ao seu redor pararem de reclamar”, e uma pulseirinha roxa, que deve ser colocada em qualquer braço e cada vez que a pessoa “escorregar” deve trocá-la de pulso. O legal dessa pulseira é que deixa perceptível o quanto se reclama e da pra ver o progresso sendo feito, já que ao longo do desafio é necessário cada vez menos trocar a pulseira de lugar.

21 dias é o tempo para criar um novo hábito e pode não parecer, mas é muito tempo. Na minha primeira semana eu usei um amarrador de cabelo comum que eu costumo deixar no pulso pra ficar me policiando e percebi que realmente é difícil. Várias vezes eu me peguei dizendo “não vou reclamar, não vou reclamar”, e pude manter pra mim as coisas negativas que eu normalmente diria, mas muitas vezes eu escorreguei também. Com sinceridade em duas semanas eu já tinha esquecido e voltado aos velhos hábitos, que tristeza hahaha. Faz uns dois anos que eu comecei a pensar mais positivo no geral e fez uma diferença enorme no meu dia a dia então vou tentar o desafio de novo, se pelo menos diminuir as reclamções já vai ser um bom resultado. Let’s go.

Image

There and Back Again

De um ano pra cá eu fiz muitas coisas fora da minha zona de conforto. Eu não sei como, mas um dia eu acordei e percebi que a vontade de fazer algo diferente falava mais alto que qualquer outra coisa, e foi o que eu fiz. Eu viajei, conheci pessoas incríveis, lugares que eu nem imaginava que existiam e vivi experiências que mudaram muito o que eu penso e sinto em relação a minha vida.

Quando eu voltei pra casa eu percebi que o meu mundo era muito pequeno, e que se antes isso não me encomodava agora faz uma diferença enorme. Eu tenho vontade de compartilhas minhas experiências, descobertas e sentimentos e um blog é uma solução simples pra isso. Não só me permite escrever a qualquer hora mas sobre qualquer coisa que eu queira falar.

Já pensei demais no que escrever quando é pra ser algo simples então vou terminar de forma rápida. Oi.